Medidas de Gestão Aplicáveis à Importação de Produtos Alimentares Japoneses

24/10/2019

De acordo com uma deliberação do Conselho de Administração do Instituto para os Assuntos Municipais (IAM), tomada a 4 de Outubro de 2019, sobre as medidas de gestão respeitantes à importação de produtos alimentares japoneses, com excepção do município de Fukushima e de nove outras regiões (Chiba, Tochigi, Ibaraki, Gunma, Miyagi, Niigata, Nagano, Saitama e Área Metropolitana de Tóquio), os pedidos de importação de alimentos japoneses para Macau só serão aceites desde que possuam os certificados sanitários exigidos pelo regime de importação existente de Macau e quando acompanhados de Certificado de Radiação e Certificado de Origem emitidos pelas autoridades japonesas. Os produtos japoneses importados estão sujeitos a inspecção à chegada e só poderão entrar em Macau após serem aprovados na referida inspecção.